Home / Atividades / Workshop “Diagnóstico Participativo: Ouvir Pela Voz da Comunidade”

Workshop “Diagnóstico Participativo: Ouvir Pela Voz da Comunidade”

DiagnosticoParticipativo_5

“Diagnóstico Participativo: Ouvir Pela Voz da Comunidade”. A ação aconteceu no passado no fim de semana no Auditório da Alto Comissário Para as Migrações, Lisboa com a participação de vários Líderes associativos que operam em Portugal.

 

 

 

 

 

DiagnosticoParticipativo_1Durante a sessão de Diagnóatico e Planeamento com a Rede Local… Dinâmica e estratégias …

 

 

 

 

 

DiagnosticoParticipativo_2Desenvolveram-se várias técnicas de autoconhecimento, interação e de conhecimento sobre o “nós” e os “outros”…

 

 

 

 

 

DiagnosticoParticipativo_3Ao encontro de solução para as comunidades, através das dinâmicas próprias …

 

 

 

 

 

 

 

DiagnosticoParticipativo_4A relação entre as instituições, população e laços de comunidade… são fundamentais para o resultado satisfatório… – Observação das dinâmicas do território e o andar ao nosso redor…

 

 

 

DiagnosticoParticipativo_6

 

 

DiagnosticoParticipativo_7

DiagnosticoParticipativo_8

 

DiagnosticoParticipativo_9

 

DiagnosticoParticipativo_10

 

DiagnosticoParticipativo_11

Sobre CulturFACE

CulturFACE é uma organização não-governamental, sem fins lucrativos, constituída por um grupo de amigos e profissionais com iniciativas culturais, artísticas e sociais que se uniram com a grande missão de projetarem as mais-valias do mundo lusófono, menos visíveis, em Portugal. O seu nome resulta da fusão dos nomes dos seus principais mentores (inicialmente CulturFACEIS), todos formados em diferentes áreas profissionais, mas partilham ideias comuns no domínio de Acão artística, cultural e propõem produzir eventos com grande visibilidade. Além da realização de atividades pontuais, a CulturFACE tem sido convidada a participar em atividades que permitem a sensibilização artística e cultural de interesse a fim de ajudar na aproximação cada vez mais de vários grupos imigrantes residentes em Odivelas e nas zonas limítrofes da Região de Lisboa. A organização procura ir de encontro às comunidades através de ações que se identificam com os grupos e pessoas dando a importância a relação interpessoal – sociabilidade. Estatuto da Associação Atualização de Estatuto

Veja também

Conversa No Quintal

A ACOSP – Associação da Comunidade de São Tomé e Príncipe deu início a nova temporada de “Conversa No ...