Home / Atividades / 2ª edição da Gala de eleição Miss CPLP

2ª edição da Gala de eleição Miss CPLP

concurso1Aconteceu com a realização de várias iniciativas conjuntas associadas ao evento. Com a chegada das candidatas Representantes dos Países da Comunidade de Língua Portuguesa ao Centro de Estágios, realizaram-se várias atividades entre as quais: a visita ao Parque dos Poetas e várias zonas de interesse turístico de Oeiras. A iniciativa contou com o apoio Institucional da Câmara Municipal de Oeiras.

As candidatas ao Título de Miss CPLP 2014 visitaram a Cidade de Grândola bem como os vários aspetos turísticos e culturais daquela Vila histórica de Portugal. O Museu Carlos Paredes também serviu de espaço de experimentação e a partilha de talento musical por parte das jovens candidatas. Entretanto, as jovens puderam disfrutar de momentos memoráveis e paradisíacos em Tróia. A visita a Tróia teve o apoio da Câmara Municipal de Setúbal e a marca Renault que patrocinou com os transportes coletivos entre as cidades de Lisboa/ Setúbal/ Tróia.

A Pousada da Juventude em Oeiras serviu de Centro de Estágios das candidatas que disputaram a coroa de Miss CPLP 2014.

A 2ª Gala Miss CPLP aconteceu no dia 13 de setembro de 2014 no Fórum Lisboa – Lisboa, cuja vitória coube a Marisela Silva “Gilda”, 19 anos de idade, natural de Funchal, Ilha da Madeira. 3gala1Seguidamente, os prémios foram distribuídos hierarquicamente de seguinte maneira:

Stephaie Cabral, 1ª Dama de Honor (Cabo Verde); Modesto, 2ª Dama de Honor (Moçambique); Maria do Carmo, Miss Fotogenia, (Cabo Verde), Maria Moniz, Miss Simpatia (Portugal), Jaquilina Dias, Prémio Comunicação (Guiné Bissau) e Elma Miranda (Angola) recebeu o prémio Talento.

Veja a página da Miss CPLP 2014 » Clique aqui

Considerando o Concurso Miss CPLP uma iniciativa de cidadania, foi integrado na CulturFACE – Associação Cultural Para o Desenvolvimento e constituiu-se o Comité Miss CPLP com o propósito de valorizar o espírito intercultural da lusofonia. O Comité Miss CPLP é uma equipa composta por cidadãos que aceitaram dar o seu contributo com base no profissionalismo e dedicação, tendo sempre presentes as especificidades culturais existente na Comunidade.

Assim, constituiu-se Representantes do Comité MISS CPLP com o propósito de defender a imagem da Marca Registada nos diversos Países, selecionar, preparar e assegurar a participação das candidatas Representantes dos Países. Mas, face às dificuldades socioeconómicas nos países e para evitar alguns constrangimentos, o Comité reuniu e decidiu, ser a equipa única designada COMITÉ MISS CPLP. COMITÉ integrado na CulturFACE – Associação Cultural Para o Desenvolvimento com o propósito de promover a realização das iniciativas desde o processo de Casting até à realização de eventos promocionais e a Gala Final para a Eleição da Miss CPLP.

O Concurso Miss CPLP que defende o desenvolvimento sustentável, é também o espaço de oportunidades para as jovens candidatas Representantes dos seus respectivos Países de Origem.

O envolvimento de parceiros interessados nesta iniciativa a partir dos Países de Origem tende a reforçar a ideia da interculturalidade e a interacção entre o Comité Miss CPLP e as demais organizações/ grupos relacionados com as iniciativas que visem, a bem como, promover as boas práticas sociais.

Sobre CulturFACE

CulturFACE é uma organização não-governamental, sem fins lucrativos, constituída por um grupo de amigos e profissionais com iniciativas culturais, artísticas e sociais que se uniram com a grande missão de projetarem as mais-valias do mundo lusófono, menos visíveis, em Portugal. O seu nome resulta da fusão dos nomes dos seus principais mentores (inicialmente CulturFACEIS), todos formados em diferentes áreas profissionais, mas partilham ideias comuns no domínio de Acão artística, cultural e propõem produzir eventos com grande visibilidade. Além da realização de atividades pontuais, a CulturFACE tem sido convidada a participar em atividades que permitem a sensibilização artística e cultural de interesse a fim de ajudar na aproximação cada vez mais de vários grupos imigrantes residentes em Odivelas e nas zonas limítrofes da Região de Lisboa. A organização procura ir de encontro às comunidades através de ações que se identificam com os grupos e pessoas dando a importância a relação interpessoal – sociabilidade. Estatuto da Associação Atualização de Estatuto

Veja também

Conversa No Quintal

A ACOSP – Associação da Comunidade de São Tomé e Príncipe deu início a nova temporada de “Conversa No ...